Desempregado tem direito ao auxílio doença?

      6 comentários em Desempregado tem direito ao auxílio doença?

Talvez você não saiba, mas o trabalhador desempregado tem direito ao auxílio doença, exceto em alguns casos. Nesse artigo você vai conhecer um pouco mais sobre o auxílio doença do INSS e como solicitar se estiver desempregado.

O que é o auxílio doença?

O auxílio doença da Previdência Social é um benefício devido ao segurado que, após cumprir a carência, quando for o caso, ficar incapacitado para o trabalho ou atividade habitual, por motivo de doença, nos casos de segurado(a) empregado(a) por mais de 15 dias consecutivos, e para as demais categorias a partir da data do início da incapacidade.

A incapacidade para o trabalho deve ser comprovada através de exame realizado pela perícia médica da Previdência Social. O auxílio-doença é concedido em relação à atividade para a qual o segurado estiver incapacitado, considerando-se para efeito de carência somente as contribuições relativas a essa atividade.

Quando esse benefício deixa de ser pago?

  • quando o segurado recupera a capacidade para o trabalho;
  • quando esse benefício se transforma em aposentadoria por invalidez, aposentadoria por idade;
  • quando o segurado solicita alta médica e tem a concordância da perícia médica da Previdência Social.
  • quando o segurado volta voluntariamente ao trabalho.
  • quando o segurado vier a falecer;

Para mais informações sobre o Auxílio Doença e outros benefícios importantes do INSS visite o site abaixo:

Desempregado tem direito ao auxílio doença?

Então chegou o momento de esclarecer quando o desempregado tem direito ao auxílio doença.

Se o trabalhador desempregado estiver dentro do período de graça, que é o tempo do qual os segurados mantêm seus direitos previdenciários após parar de contribuir, ele tem direito ao auxílio doença. Este tempo pode variar de 3 a 36 meses, dependendo de cada caso, então é importante se informar em uma agência do INSS para ter certeza se você tem o direito ou não.

QUANDO O(a) SEGURADO(a) EMPREGADO(a) deixa DE pagar suas contribuições, por quanto tempo ainda mantém A CONDIÇÃO DE segurado DA previdência social?

  • até 12 meses após deixar de contribuir, por não exercer atividade remunerada abrangida pela Previdência Social, ou até 24 meses, caso comprove mais de 120 contribuições mensais (sem interrupção que acarrete a perda da qualidade de segurado);
  • até 12 meses após a cessação do benefício por incapacidade;
  • até 6 meses após a cessação das contribuições, para o contribuinte facultativo.

O segurado empregado que deixar de exercer atividade remunerada pode inscrever-se como desempregado no Ministério do Trabalho e Emprego, nesse caso, receberá mais 12 meses de período de graça para manutenção da qualidade de segurado, conservando durante este período todos os seus direitos perante a Previdência Social, não se aplicando este procedimento ao segurado facultativo ou ao oriundo de outro regime de previdência.

6 thoughts on “Desempregado tem direito ao auxílio doença?

    1. Lucinete Teixeira Luiz

      Oi o meu marido está recebendo o seguro desemprego mas agora na última parcela ele teve que fazer uma cirurgia no olho e está impossibilitado de trabalho queria saber se ele tem direito ao auxílio doença

      Reply
  1. ROSICLER ROCHA

    meu marido tem 66 anos caiu de um andaime e fraturou a costela não é aposentado,e nem pode trabalhar isso ocorreu dia 11 de agosto ele tem direito a algum beneficio .

    Reply
  2. angela

    meu ultimo emprego 2011, tive 1 crise esquizofrenia 2012 só que municipio não tinha profissional psiquiatra para fazer tratamento em 2013 tentei voltar trabalho só trabalhei 102 dias, não tive mais condição de trabalhar, comecei tratamento só 2015 foi quando municipio teve profissional psiquiatra pra começar meu tratamento, tentei entrar aux. doença inss recusou alegando que não sou assegurada por isso que não foi aceito, mas fiquei sabendo se eu tiver 4 desconto inss mesmo não tendo 120 dias tenho direito, mesmo assim inss recusa meu aux, doença. o que devo fazer.

    Reply
  3. Pedro

    Boa noite! fui vítima de tentativa de omissidio, no dia 28 de agosto. hora errada e lugar errado. levei 4 tiros, atingindo meu tórax, barriga e coxa, sendo que uma das balas atingiu meu fêmur..
    passei por cirurgia no intestino e na perna, mas infelizmente ainda não consigo andar, só consigo me locomover com ajuda de muletas. no dia do acontecido eu já estava com mas ou menos 5 meses desempregado. Gostaria de saber se tenho direito a algum tipo de auxílio por parte do inss ??

    Reply

Deixe uma resposta