Seguro Desemprego para MEI, quando é possível liberar?

Será que existe seguro desemprego para MEI? É possível liberar o auxílio financeiro para o microempreendedor individual?

Essa e outras questão leia aqui no artigo.

No ano de 2017 a comissão do trabalho da câmara dos deputados aprovou para microempreendedor individual (MEI) o pagamento do seguro desemprego para MEI.

A proposta que até então não autorizava o pagamento do benefício para este tipo de categoria, alterando a lei que regulamenta o programa seguro desemprego para MEI.

Leia também:

O que é o seguro desemprego e qual o valor?

Seguro desemprego é um benefício trabalhista um dos mais importantes a receber quando ficamos desempregados, como o próprio nome diz é um benefício aonde o trabalhador fica assegurado por um determinado tempo de acordo com o tempo de trabalho e com o salário.

O seguro desemprego é pago de três a cinco parcelas como já citado de acordo com o tempo de serviço. Para calcular o valor das parcelas é considerada a média dos salários dos últimos 3 meses anteriores à dispensa.

Continue lendo para saber se há seguro desemprego para MEI.

seguro desemprego para mei

Quem tem direito ao seguro desemprego?

Para obter o seguro desemprego o trabalhador tem que se enquadrar em algumas exigências que o governo pede, não são todos que tem direito a esse benefício.

Vamos entender melhor em que categorias o trabalhador tem que se enquadrar:

  • Ter exercido função em trabalho formal com carteira assinada por, no mínimo, 12 meses, para solicitar os benefícios pela primeira vez;
  • Solicitar o seguro desemprego pela segunda vez, o prazo mínimo de trabalho com carteira assinada é de 9 meses;
  • Solicitar o seguro desemprego pela terceira vez, o prazo é de 6 meses;
  • Pescador profissional, em meio a época de defeso (período em que a pesca é considerada ilegal);
  • Trabalhador que tenha sido resgatado de regime de trabalho considerado escravo ou em condição similar;
  • Trabalhador que exerce função em emprego formal e que teve seu contrato de trabalho suspenso devido a sua participação em programa ou curso de qualificação oferecido pela empresa contratante;
  • Trabalhador formal e doméstico que tenha sido demitido sem justa causa.

Sou MEI, poderei receber o seguro desemprego?

A empresa tem que estar inativa ou provar que não obteve faturamento no ano anterior para ter direito ao Seguro desemprego para MEI, no entanto isso só é mais uma das propostas da Câmara dos Deputados e da Comissão do Trabalho.

Na pratica o governo não autoriza por entender que o cidadão com CNPJ é caracterizado como possuidor de renda própria, deixando de ser desempregado e passando a ser empresário, deixando dessa maneira de ter direito ao seguro desemprego.

Meu seguro desemprego foi negado porque sou MEI, o que fazer?

Caso tenha tentado dar entrada no seguro desemprego para MEI e teve o benefício negado você pode recorrer administrativamente no Ministério do Trabalho e da Previdência Social.

Mas lembre-se que para isso, você terá que provar a inatividade da empresa, e passará por uma análise da superintendência regional do Ministério do Trabalho e Previdência Social.

Será necessário que tenha tirado o nome de pessoa física do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) na junta comercial do estado antes da demissão.

Seguro desemprego para MEI, quando é possível liberar?

Segundo a lei, para obter o seguro desemprego o beneficiário não pode possuir renda própria de qualquer natureza suficiente a sua natureza e a sua manutenção e de sua família.

No entanto, o seguro desemprego para MEI só poderá ocorrer depois que a empresa estiver inativa, e o solicitante ter tirado o nome do cadastro de nacional de pessoa Jurídica o CNPJ.

Ficou com dúvidas sobre seguro desemprego para MEI? Deixe nos comentários.

Seguro Desemprego para MEI, quando é possível liberar?
5 (100%) 1 vote



Deixe uma resposta