Salário e remuneração: Qual a diferença

No Brasil, as denominações salário e remuneração muitas vezes são usadas para significar a mesma coisa. Mas você sabia que existem muitas diferenças entre as duas palavras ?

No artigo de hoje iremos descrever suas diferenças e os problemas em não saber identificar qual o tipo de cada uma.

O Que é salário

O salário tem sua origem do latim, da palavra “salarium” que em seu início tinha significado direto com a palavra sal. Isso se deve que na época da concepção da palavra, os soldados do Império Romano recebiam os pagamentos de seus serviços em sal, que era muito valorizado.

Hoje em dia, o salário é o que o trabalhador recebe quando realiza suas funções. Ele é pago pelo empregador a cada determinado intervalo de tempo.

Seu valor varia muito por conta de algumas variáveis como a função, o tempo no cargo, o porte da empresa e o nível de especialização por exemplo. Normalmente o salário é pago em forma de dinheiro, sendo ele depósito direto na conta do trabalhador uma das mais comuns.

Pagamento

O pagamento em dinheiro vivo pela empresa ainda é utilizado em algumas situações, mas por questões de segurança e praticidade a cada dia que se passa, é menos utilizado.

A utilização de cheques ainda existe também, embora para o trabalhador não seja vantagem, visto que leva tempo para compensar ou até mesmo trocar este cheque.

O pagamento do salário é vinculado diretamente com o tipo de contrato que há entre o trabalhador e o empregador. Ele pode ser negociado tanto em horas trabalhadas no mês ou em semanas.

O tempo mais comum para o cálculo do salário é o mês e pela legislação brasileira, deverá ser pago até no máximo o quinto dia útil do mês subsequente ao trabalhado.

Ainda na legislação, é definido o salário mínimo para o ano. O valor do salário em 2019 é de R$ 998,00, o que para o sustento de uma família ainda é muito pouco. O governo também define o salário-diário, com o valor de R$ 33,27 e o salário-hora, definido em R$ 4,54.

Direito fundamental do trabalhador, o salário é a compensação por seu esforço em suas atividades e é a principal renda de milhões de brasileiros. O valor do salário que irá definir a qualidade de vida, financiamento de estudos e o pagamento das contas do cidadão.

Confira:

O Que é remuneração

A remuneração é um conceito mais abrangente do que o salário.  Neste sentido, a remuneração é um pacote de recompensas fornecidos aos funcionários das empresas, em troca de seus esforços e dedicação no desenvolvimento de suas atividades.

Podemos dizer que a remuneração pode ser dividida em três principais componentes:

  • Remuneração básica: salário básico definido no acordo de trabalho entre as partes
  • Incentivos salariais: formas de adicionais de recompensa aos funcionários pelo bom desenvolvimento das suas atividades, como alcançar uma meta. Podem ser uma participação nos resultados da empresa e comissões por exemplo.
  • Benefícios: são considerados formas indiretas de remuneração do funcionário. Como exemplo, temos planos de saúde, seguros de vida e previdência privada.

A remuneração também são explícitas em lei. Diversas categorias de profissões, através de seus sindicatos, negociam melhores condições financeiras. Vale transporte e ticket alimentação são exemplos claros de benefícios.

Outros exemplos de remuneração são horas extras, adicional noturno, adicional de periculosidade, insalubridade, gratificações e diárias para viagem.

Tudo o que for pago a mais que o salário pela empresa ao trabalhador pode ser considerado remuneração.

As empresas por sua vez, também podem adotar políticas internas para o pagamento de remuneração que não esteja prevista em lei.

Isso pode ser uma boa estratégia para desenvolver programas de motivação, melhorando a produção e faturamento da empresa.

salario e remuneração

Qual a diferença entre salário e remuneração

A principal diferença entre salário e remuneração é sua abrangência.

O salário é apenas o valor acordado entre as partes no contrato de trabalho para o desempenho de determinada função. É o que o trabalhador recebe obrigatoriamente para aquela função.

A remuneração por outro lado, é a abrangência total dos rendimentos recebidos pelo profissional. Isso inclui também o salário.

Qual problema em não diferenciar salário de remuneração?

O maior problema em não saber diferenciar o salário da remuneração são os problemas legais com a legislação.

O empregador que não souber essa diferença poderá sofrer sérias penalidades com a Justiça do Trabalho, uma vez que pelo desconhecimento, poderá estar fazendo alguma ação que é contrária às leis.

O empregado por sua vez, se não tiver o conhecimento da diferença entre salário e remuneração, poderá ser prejudicado em seus direitos, não percebendo que o empregador pode estar pagando menos do que a lei garante.

Por isso é essencial o conhecimento destes dois tipos de renda que o trabalhador recebe dos empregador.

Salário e remuneração: Qual a diferença
Se gostou do post, vote!




Deixe uma resposta