Como solicitar o auxílio doença Coronavírus: Os pré – requisitos

Caso você que esteja lendo esse artigo, foi contaminado pelo Coronavírus, veja como conseguir o auxílio doença Coronavírus que o governo e o INSS estão liberando.

Se você conhece alguém que está em quarentena e que tenha sido infectado, passe essas informação a diante.  Dessa forma, vamos as informações que podem ajudar e muito, nesse momento de crise mundial.

Quais os pré-requisitos para solicitar o auxílio doença Coronavírus?

Geralmente o auxílio doença era solicitado pelo segurado pelo telefone 135 e agendado o comparecimento para entrega de documentação nas agências do INSS. Contudo com o risco de propagação do Coronavírus, o procedimento foi alterado.

Os segurados deverão fazer todas as solicitações e inclusive enviar a documentação digitalizada para o auxílio doença Coronavírus através do MEU INSS de forma online ou pelo aplicativo.

Como solicitar o auxílio doença Coronavírus?

De antemão, para casos confirmados o segurados deverá solicitar o auxílio doença Coronavírus online ou por aplicativo. Sendo assim, o segurado deverá ser preencher um cadastro pelo site e enviar e os laudos e atestados em anexos.

Além disso, deverá enviar o atestado médico e o restante da documentação digitalizada pelo site do INSS.  Assim que a documentação for analisada ao INSS realizara a liberação do benefício.

Como fazer a perícia médica?

A princípio todos os segurados que tiverem sua perícia médica agendada deveram confirmar o agendamento através do site ou pela central de atendimento do INSS.

Caso a perícia tenha sido confirmada, o segurado deverá comparecer a agência onde foi agendada a perícia somente com um acompanhante e seguindo as orientações da Agência Nacional de Saúde.

Contudo, no caso de segurados contaminados, o auxílio doença Coronavírus deverá ser solicitado somente pela internet, porém sem necessidade de perícia médica.

Lembrando que toda a documentação deverá ser enviada de forma digitalizada pelo aplicativo do INSS ou pelo site.

auxílio doença Coronavírus

Quais documentos necessários?

Os segurados deverão enviar os documentos a seguir de acordo com cada caso específico. Sendo:

Perícia e atestado médico

Enviar a documentação digitalizada via site do INSS. Os atendimentos presenciais somente serão realizados para os agendamentos com exigências de requerimentos de benefícios previdenciários e assistenciais.

Além de pericias médicas previdenciárias e avaliações e pareceres sociais dos benefícios previdenciários e assistenciais.

Os demais serviços deverão ser remarcados para após o período de suspensão e quarentena pelo Coronavírus. Os segurados serão contactados pelo INSS, para as novas datas.

Atestados médicos

Deverão ser enviados, somente de forma digitalizada através do site do INSS ou pelo aplicativo do INSS.
Pessoas atestadas positivo para o Coronavírus

Enviar o atestado e documentação pelo site do INSS, o governo pagará os 15 dias de afastamento do funcionário nesse caso.

Benefício Assistencial (BPC)

A análise da documentação será integralmente online e o INSS realizará um adiantamento de R$ 200,00 e reduzirá etapas

Quanto tempo para receber o auxílio doença Coronavírus?

No caso do auxílio doença Coronavírus, o segurado atestado como positivo para o Corona vírus, deverá receber o auxílio logo após ser liberado do período de quarentena. Logo, recebendo o total do valor retroativo desde o momento da confirmação da contaminação.

Trabalhador pode pedir prorrogação de benefício?

Em suma, o prazo para a suspensão da prova de vida dos segurados deve durar por 120 dias. A prorrogação se deve para que a contaminação do vírus não se propague.

Os segurados com o COVID-19 não precisarão realizar perícia médica para solicitar o auxílio doença Coronavírus. As prorrogações deverão ser confirmadas pelo INSS

O auxílio doença Coronavírus pode fazer pela internet?

Todos os trâmites para acessar os serviços do Sistema Nacional de Seguro Social (INSS) deverão ser realizados via internet. Inclusive o envio da documentação para pericias médicas.

Caso seja extremamente necessário o INSS enviará um funcionário ao hospital em que o segurado esteja internado para a realização da perícia médica.

Outra exceção são os agendamentos de emergência já realizados previamente, os segurados deverão confirmar o agendamento e se apresentarem junto ao posto do INSS para a realização da perícia médica.

Conforme as recomendações do ANS o segurado deverá comparecer levando somente com um acompanhante.

Central de atendimento do INSS

As centrais de atendimento do INSS estarão com suas atividades paralisadas por 15 dias, podendo ser prorrogado. O segurado que tem o agendamento da perícia médica confirmado, deverá se apresentar na agência do INSS na data específica.

Para confirmar o agendamento o segurado deverá entrar em contato com o INSS pela central de atendimento no número 135. Como também online, pelo site MEU INSS.

O número da central de atendimento funciona de segunda a sexta-feira das 7h até as 22h. O segurado deverá comparecer para a pericia médica somente com um acompanhante. Nesse caso, somente de forma imprescindível.

Igualmente, ambos deverão seguir as recomendações da Agência Nacional de Saúde para manter a higiene das mãos e os outros cuidados recomendando.

Reiteramos que os segurados não deverão comparecer as agências do INSS sem agendamento, e somente nos casos de perícia médica previamente agendadas.




Deixe uma resposta