Novas regras do seguro desemprego 2018

Novas regras do seguro desemprego 2018, saiba todas as informações sobre a mudança na maneira de receber seguro desemprego 2018

Um dos assuntos mais falados entre as pessoas que trabalham de carteira assinada são as novas regras para o seguro desemprego, que a partir de 2018 entram em vigor. Como tudo, algumas pessoas concordam e outras não estão gostando dessas novas regras. Se você ainda não está sabendo quais são, este artigo esclarece tudo sobre as novas regras do seguro desemprego 2018.

Veja também:

O que é seguro desemprego

O seguro desemprego é uma auxilio que o governo disponibiliza, temporariamente, ao trabalhador quando ele fica desempregado. Esse benefício tem o objetivo de garantir assistência durante um período, para aqueles que são demitidos sem justa causa ou porque o empregador teve que encerras as sua atividades.

O seguro desemprego vem através do recolhimento do PIS e do PASEP, que são pagos pelo empregado enquanto ele ainda está trabalhando. Assim o benefício do seguro desemprego é um recurso que vem dos impostos recolhidos pelo governo e que são repassados para os trabalhadores desempregados.

Assim que é demitido a pessoa já pode solicitar os seu seguro desemprego e depois de comprovar os itens necessários, ela já recebe benefício no próximo mês.

Quais são as novas regras do seguro desemprego 2018

As novas regras do seguro desemprego 2018 divide opiniões, pois as regras estão mais severas para quem vai solicitar o benefício. O auxilio agora está relacionado com o sistema nacional de emprego (SINE). A primeira mudança mais significativa é a de que se aparecer alguma oportunidade de emprego durante o período de recebimento do seguro desemprego, o beneficiado deve aceitar a proposta e parar de receber o auxílio imediatamente.

Ou seja, quando uma pessoa perde o emprego sem justa causa, ela começa a receber o seguro desemprego que tem direito, mas seu cadastro fica no sistema do Sine, e caso apareça alguma vaga para o perfil da pessoa ela deve aceitar o novo emprego e com isso para de receber as parcelas do seguro desemprego.

Quem pode pedir seguro desemprego

O seguro desemprego pode ser solicitado por qualquer pessoa que fique sem emprego sem justa causa, ele visa auxiliar nas despesas durante um período determinado de tempo, ou até que a pessoa consiga um novo emprego. As parcelas do seguro desemprego podem ser pagas de 3 três a 5 vezes, mas tudo depende do tempo de serviços prestados com carteira assinada.

Novas regras do seguro desemprego 2018

Na primeira solicitação a pessoa deve ter trabalhado no período de no mínimo 12 meses, na segunda vez ela deve ter trabalhado por mais 9 meses com registro na carteira. E a partir da terceira solicitação a pessoa deve ter trabalhado 6 meses.

Para primeira solicitação:

  • Para receber 4 parcelas do seguro desemprego, são necessários no mínimo 12 meses e no máximo 23 meses trabalhados nos últimos 36 meses
  • Se comprovado no mínimo 24 meses trabalhados, sendo eles consecutivos ou não, nos últimos 36 meses o trabalhador terá direito de receber 5 parcelas do seguro.

Para segunda solicitação:

  • Para ter direito a 3 parcelas o trabalhador deve ter no mínimo 9 meses e no máximo 11 meses trabalhados nos últimos 36 meses.
  • Já para ter direito a 4 parcelas, o trabalhador deve comprovar ter trabalhado no mínimo 12 meses e no máximo 23 meses, sendo eles consecutivos ou não nos últimos 36.
  • Para 5 parcelas, são necessários no mínimo 24 meses trabalhados nos últimos 36 meses.

Para os próximos pedidos:

  • Para receber 3 parcelas, tem que ter comprovado no mínimo 6 meses de carteira e no máximo 11 meses, consecutivos ou não, isso nos últimos 36 meses.
  • Para 4 parcelas, deve ter trabalhado no mínimo 12 meses e no máximo 23.
  • Para 5 parcelas, deve comprovar no mínimo 24 meses, consecutivos ou não.

Com essas Novas regras do seguro desemprego 2018 talvez alguns trabalhadores ainda continuem com dúvidas, não deixe de comentar, todas as perguntas serão devidamente respondidas.