Salário Mínimo 2020: Valor, Reajuste, Salário Dieese

Quer saber tudo sobre o salário mínimo 2020? Veja esse post e fique por dentro do novo ajuste.

Este ano o congresso aprovou a reformulação do salário mínimo, o qual entrará em vigor no ano de 2020. O valor antigo sofreu reformulações pelo PLOA, o qual é o responsável pelo setor.

Além disso, a mudança sofreu diversas reformulações e passou por contradições. Se você quer saber mais sobre o salário mínimo 2020 continue lendo abaixo.

Qual valor do salário mínimo 2020

Possuindo como base o Projeto de lei Orçamentária Anual (PLOA), o salário mínimo 2020 deve aumentar R$41,00. Dessa forma, ele passará de R$998 para 1.039 e a mudança deve ocorrer em todas as empresas.

Entretanto o novo valor não configura-se como um aumento de fato e sim uma correção pela inflação. Pois, só é considerado aumento, se o valor do salário for maior do que o da inflação.

Sugere-se ainda que para os próximos anos também ocorra novas reformulações no salário mínimo brasileiro. Isso decorre por causa da constante variação do INPC.

Salário Mínimo 2020

De quanto será o reajuste

O reajuste do salário mínimo 2020 será de apenas R$41,00. Tal valor foi determinado na tentativa de corrigir a inflação, não significando um aumento de fato.

No momento em que a LDO foi mandada para o Congresso ela possuía a porcentagem de 4,19% para o ano de 2019. Já em agosto, a previsão estava em 4,02%, o que reduziu o valor do salário mínimo.

Uma vez que, os aposentados e pensionistas têm relação direta com o salário mínimo, eles também sofrerão mudanças. O que mudará em 2020 é a alíquota para quem recebe até um salário e acima de um salário mínimo.

O aumento antigo era de 4,61% para quem recebe até um salário e 3,43% para os que recebem acima. Com a nova mudança, ambos terão o mesmo percentual de 3,26%.

Ou seja, o teto do INSS deixa de ser R$5.839,45 e passa a ser aproximadamente R$6.029,71. Os valores ainda serão anunciados em 2020, mas considerando o valor da inflação o teto pode chegar a R$6.084,71.

Qual o salário ideal segundo o Dieese

O Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulga todo mês uma avaliação acerca do salário mínimo. Seu intuito é analisar quanto ele deveria ser para atender às necessidades de uma família.

Juga-se que em maio, a quantia mínima necessária para uma família de quatro indivíduos deveria ser de R$4.259,90. Tal valor é considerado 4,27 vezes maior que o salário em vigor atualmente (R$998).

O salário mínimo 2020 deve atender os requerimentos fundamentais de todo trabalhador, tais como: alimentação, saúde, segurança e educação. Além da residência, asseio, transporte, vestimentas, entretenimento e Previdência Social.

Já houve o aumento do salário mínimo no ano de 2019, ele passou de R$954 para R$998. Esse foi um aumento de 4,6%, mas a quantidade ficou inferior dos R$1.006 acatados pelo Congresso.

Para calcular o reajuste do salario mínimo 2020 foram postos como base os valores do PIB dos dois anos anteriores mais a inflação do ano anterior. Tal equação representa um valor nacionalmente unificado.

Ademais, as oscilações estaduais decorrem dos diferentes modos de vivência social, que geram custos diferentes de vida. Em decorrência disso, os estados que usam pisos salariais ao invés dos nacionais estão no Sul e Sudeste.

O Brasil ainda é um dos países com o menor salário mínimo do mundo. Sendo assim, ele está atrás do Canadá, Reino Unido e Irlanda, os quais estão no topo.

Sobre o salário mínimo (história)

O primeiro modelo de salário mínimo surgiu no século XIX, em países como Nova Zelândia e Austrália. No território brasileiro, ele se estabeleceu a partir do século XX, no governo Vargas.O objetivo era deliberar um piso limite do valor do trabalho para o trabalhador ter a chance de viver bem. A partir disso, esse valor é ajustado anualmente, nos dias iniciais de todo ano.

Na época em que foi criado o decreto, estavam em vigor 14 salários mínimos com valores diferentes. Dessa forma, o Rio de Janeiro era o país com um valor três vezes a mais do que o do Nordeste.

O salário mínimo passa por diversas mudanças, leis e sansões, mas continua sendo um direito do cidadão. Sendo assim, ele deve suprir as necessidades de cada indivíduo, a partir de um preço justo.




Deixe uma resposta