Skip to content
Receber Seguro Desemprego

Como solicitar seguro desemprego pelo aplicativo: Como baixar

Solicitar seguro desemprego pelo aplicativo nunca foi tão fácil, por causa da pandemia do novo coronavírus. Estamos todos em isolamento social para o enfreamento do vírus, por isso o Governo aderiu uma forma prática, solicitação online.

Então desta forma o trabalhador pode solicitar seu seguro desemprego pelo aplicativo que está disponível para baixar no celular. Este é totalmente seguro e aprovado pelo Governo, carteira de trabalho digital.

Como baixar a carteira de trabalho digital

A carteira de trabalho digital existe desde 2017, foi validade após 2019. Desta forma CTPS digital contém todas as informações do trabalhador, anotações dos cargos, férias e outros. Veja como baixar de forma rápida:

  • Com seu Android em mãos ou IOS entre no play store ou app store, baixe o aplicativo carteira de trabalho digital do Governo do Brasil;
  • Assim que abrir o aplicativo insira seu CPF. Quando solicitar o login ele é conta do seu cadastro único;
  • Se caso não tenha feito o CadUnico, faça;
  • Após isso será aberta outra página no próprio aplicativo, responda todos as perguntas;
  • Não esqueça que e-mail e número de telefone devem estar atualizados;
  • Agora poderá entrar no App com seu login CPF e senha cadastrada, você deverá autorizar o uso de dados pessoais prosseguir;

Agora com tudo feito, você terá acesso as informações de uma carteira física. Mas ainda não poderá se desfazer da sua carteira normal por que existem empresas que ainda não adotaram esse método.

Desta forma você poderá solicitar seu seguro desemprego pelo aplicativo, ali tem todas as informações necessárias que irão te ajudar neste processo.

Como solicitar seguro desemprego pelo aplicativo

Solicitar do seguro desemprego pelo aplicativo

O trabalhador pode solicitar o seu seguro após ter sido desligado da empresa, basta baixar o aplicativo carteira de trabalho digital. Desta forma após 7 dias da dispensa, tendo baixado o aplicativo faça a solicitação.

Vamos ver aqui as formas de seguir com processo de solicitação:

  • Após acessar sua conta é só clicar em seguro desemprego;
  • Informe o número do requerimento que está no comunicado da dispensa;
  • Assim que confirmar o processo, peça um comprovante no final;
  • Ao solicitar o seguro desemprego pelo aplicativo, se for concedido, imediatamente terá a informação que após 30 dias ocorrerá a liberação das parcelas;

Em caso de algum problema ou faltar algum documento, ligue para 158 e tire suas dúvidas, para resolver qualquer situação. Como sabemos os atendimentos presencias não estão funcionando no momento.

Saiba mais sobre:

Como solicitar o seguro desemprego pelo site

Saiba também como solicitar o seguro desemprego pela site www.gov.br . Desta forma siga essas instruções.  Então assim que entrar na página, irão aparecer dois banners clique no seguro desemprego.

Após isso faça a solicitação, para acessar o serviço deverá realizar um cadastro com CPF, nome, telefone e e-mail. Contudo as informações devem estar a atualizadas.

Então estas informações que o trabalhador passou serão analisadas pelo Governo Federal. E logo será direcionado para um questionário sobre a vida do solicitante e a situação previdenciária.

Os trabalhadores para receber o seguro desemprego deverão estar em condições. Vejamos aqui quem tem direito ao benefício:

  • A pessoa deverá ter sido dispensada sem justa causa;
  • Estiver desempregado quando solicitar o benefício;
  • Ter recebido pagamento de pessoa jurídica ou pessoa física equiparada jurídica pelo menos 12 meses nos últimos 18 meses imediatamente anteriores a data da dispensa, quando da primeira solicitação;
  • Pelo menos 9 meses nos últimos 12 meses imediatamente anteriores última dispensa quanto a segunda solicitação;
  • Cada 6 meses imediatamente anteriores a data da dispensa quanto as demais solicitações;
  • Não ter renda própria para sustentar sua família;
  • O trabalhador não deve estar recebendo benefícios de prestação continuada da previdência social, a não ser por pensão por morte ou auxilio acidente;



Deixe uma resposta